Notícias


Yamasa Segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Jovens de Sergipe e do Paraná participam de treinamento na Yamasa

Responsáveis por setores operacionais nas granjas em que atuam, Leonardo, Debora e Lucas aprenderam a operar equipamentos da empresa.

Leonardo Santos Passos: nova fase na granja da família

Os jovens marcaram a agenda de treinamentos da Yamasa, na primeira metade do ano. A fábrica da empresa recebeu a visita de dois rapazes e uma jovem que se dispuseram a viajar de Sergipe e do Paraná até Rinópolis (SP), onde a Yamasa mantém sua fábrica. Ali, com as orientações de técnicos da empresa, Leonardo, Debora e Lucas aprenderam mais sobre as máquinas Yamasa e se capacitaram para operar ajustes na própria granja ou mesmo entender possíveis problemas e reportá-los aos técnicos da empresa, à distância, como preconiza o programa de treinamento da Yamasa.

Em março, Leonardo Santos dos Passos passou três dias em treinamento na fábrica da Yamasa. Ele deixou por alguns dias o cotidiano da propriedade da família, a Granja União, em Sergipe, para conhecer de perto o berço das máquinas Yamasa, afinal, é da fábrica do Oeste Paulista que saiu o primeiro equipamento de seleção de ovos adquirido pela Granja União.

Satisfeito com a primeira Yamasa em sua sala de ovos, Leonardo conta que a granja iniciada por seu pai Josivaldo Goes dos Passos, há 10 anos, inaugurou uma nova fase, em que poderá dinamizar sua produção, classificando os ovos de forma automatizada. Até adquirir o equipamento produzido pela Yamasa, uma CB-650E, com capacidade para classificar 18.000 ovos/hora, a Granja União organizava manualmente os ovos que seguiam para o mercado.

Hoje, alguns meses apenas após a instalação do equipamento em Pinhão, município onde está instalada a granja da família, Leonardo diz que os clientes já sentem a diferença nos ovos classificados. A maior parte da clientela que recebe as 50 caixas diárias da granja é de empresas atacadistas, mas a Granja União também conta com uma parcela de ovos destinados ao varejo de Sergipe.

Animado com os novos tempos na empresa, Leonardo avalia como muito bom o treinamento que recebeu da equipe técnica da Yamasa e se diz pronto a colaborar ainda mais com a evolução da empresa; agora, diz o jovem, tem a tecnologia como parceira, ele que já é o braço direito do pai na granja da família.

 

CONHECIMENTO PARA CRESCER NA EMPRESA

 

Débora e Lucas: aprendendo para colaborar com a empresa

Do Nordeste para o Sul do país, o Programa de Treinamento da Yamasa recebe “treineiros” dispostos a conhecer o melhor em tecnologia para o setor avícola. E foi do Oeste do Paraná que a empresa recebeu em sua fábrica para treinamento os jovens Débora e Lucas, ativos funcionários da Cooperativa Lar.

Eles estiveram na fábrica de Rinópolis entre os dias 8 e 13 de maio, quando passaram uma semana aprendendo e entendendo melhor os mecanismos e a tecnologia de ponta do equipamento adquirido pela Cooperativa para operar seu núcleo de produção de ovos de Céu Azul. A cidade, localizada a poucos quilômetros de Cascavel, no Oeste Paranaense, é referência para os ovos comerciais selecionados pela cooperativa, que mantém, também, outras atividades com bastante sucesso no Paraná.

Com 21 anos de idade e apenas três de empresa, Lucas Araújo já líder de setor e também responsável pela manutenção da máquina classificadora que processa os ovos na unidade de Céu Azul. Ao ampliar sua produção, a empresa adquiriu há cerca de um ano uma Yamasa LCHL 108.000, com pré-loader e lavadora, com capacidade para processar 108.000 ovos/hora (ou 300 caixas/hora). 

O aumento na produção também exigiu novo formato na sala de ovos da Cooperativa, e Debora Juliana Barbosa Gonçalves passou a auxiliar Lucas na produção, tornando-se sua assistente.

Com 22 anos, dois na empresa, a jovem se sente estimulada a adquirir novos conhecimentos e aperfeiçoar-se profissionalmente pois, segundo ela, pretende seguir carreira na Cooperativa. “Estou aprendendo para poder colaborar na operacionalização da máquina e nos ajustes necessários”, diz Débora.

Também responsável pelo processo de qualidade da unidade de produção de ovos, Lucas concorda com Debora que o conhecimento adquirido no treinamento da Yamasa será bastante útil no cotidiano da Cooperativa, mantendo o equipamento em dia, ajustando-o, quando necessário.

Satisfeitos pela semana que passaram na fábrica em Rinópolis, Lucas e Debora disseram estar preparados para voltar a Céu Azul prontos a utilizar o conhecimento adquirido e a orientação dada pela equipe Yamasa. Eles elogiaram a educação, a atenção e a eficiência dos funcionários da empresa, sempre prontos a esclarecer dúvidas e orientá-los nesse novo caminho. “As dúvidas principais que tínhamos eles esclareceram e puderam demonstrar na prática como resolvê-las”, explicou Lucas.

Segundo os dois jovens, “o treinamento os ajudará a melhorar sua performance na empresa, auxiliando a Cooperativa Lar em novas conquistas.